Lançada a 5ª edição do projeto ‘Jovem na Zona Rural’

Foto: Divulgação 

Na manhã desta sexta-feira, dia 31, aconteceu a apresentação da 5ª edição do projeto ‘Jovem na Zona Rural’. O prefeito, Lídio Scortegagna, a secretária de Educação, Cultura e Desporto, Ana Paula Zamboni Weber e a secretária de Agricultura e Abastecimento, Stella Pradela, receberam as diretoras de escolas do interior do município para explicar a temática do projeto, que neste ano abordará o empreendedorismo rural e a sucessão no campo.

O encontro também contou com a presença de representantes do parceiros do projeto, como o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Flores da Cunha e Nova Pádua, a Emater, e a Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha.

O projeto tem o objetivo de preparar os jovens residentes na zona rural para a escolha profissional, apresentando aspectos da agricultura em geral, as profissões ligadas ao ramo, e as vantagens de permanecer no interior.

Participam das atividades os alunos de 9º ano das Escolas Municipais Benjamin Constant, Rio Branco, e Francisco Zilli, além de estudantes da escola Estadual Antônio de Souza Neto.

Ao longo do ano serão realizados estudos sobre a produção agrícola, gestão de propriedades rurais, visitas técnicas, palestras e no final do ano será apresentado por escola um projeto de inovação que deve ser desenvolvido nas propriedades rurais.

A referência deste ano em palestras e visitas técnicas será a Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha. A instituição de ensino, que funciona na Terceira Légua, em Caxias do Sul, oferece Curso Técnico em Agropecuária concomitante ao Ensino Médio.

A instituição trabalha com a Pedagogia da Alternância no Ensino Médio e no Curso Técnico em Agropecuária. Os meninos e meninas ficam uma semana na escola e a outra na propriedade familiar, onde aplicam os conhecimentos teóricos e as aprendizagens obtidas, com o apoio dos mediadores.

Postagens mais visitadas deste blog

Outubro Rosa: Gelsi Susin enfrentou o câncer de mama com força e fé

Área no Centro de Eventos será destinada a FAP

Tribunal de Justiça declara inconstitucionais emendas da Câmara de Vereadores de Ipê