Montagem dos tapetes de Corpus Christi reúne voluntários em Antônio Prado

A quinta-feira de Corpus Christi iniciou cedo para um grupo de voluntários. Por volta das 5h da manhã, integrantes de pastorais e movimentos da igreja católica iniciavam o trabalho de descarregar sacos de serragem colorida pelas ruas da Praça Garibaldi e demarcar o perímetro onde os tapetes seriam em seguida confeccionados por demais voluntários. 
Aos poucos o número de pessoas foi aumentando. E entre eles, senhoras, senhores, adultos, jovens e crianças. Os catequizandos Laura Panazzolo, Eduarda Carra, Leonardo Santtos e Yasmin Arsego, que receberam o convite de sua catequista para participar do trabalho, atuaram quase toda a manhã. “Ajudamos um pouco outro grupo a fazer um tapete e fomos dispensados. Até fomos para casa, mas logo voltamos para ajudar e fazer mais”, conta Eduarda.  O trabalho minucioso em todos os detalhes cansa o corpo, mas renova a fé, demonstra o amor e a adoração a Jesus Cristo. “Foi um sentido diferente de se envolver. No ano que vem, seja lá qual for à hora, vamos participar. É bem legal,” afirma Laura.
A retomada da ação e da forma como envolveu a comunidade, a confecção dos tapetes em serragem colorida transformou a paisagem e recordou a tradição. Para a voluntária Clarice Simm o momento vivenciado na manhã de quinta demonstrou fé e a valorização do passado do povo pradense.  “A tradição imperou e os tapetes voltaram com força.”
Foram aproximadamente cem voluntários, que foram divididos em grupos e liderados pela equipe de liturgia da Paróquia.
Os tapetes tiveram como tema o Ano Mariano. Nos quadros produzidos nas ruas laterais a praça destacaram os Mistérios do Rosário: Gozosos (anunciação do Anjo a Maria); Luminosos (Instituição da Eucaristia, expressão sacramental do mistério pascal); Dolorosos (Crucificação de Jesus) e os Gloriosos (Coroação de Nossa Senhora).   
Já em frente à Igreja Matriz um grande tapete destacou os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e remeteu a Campanha da fraternidade que destacava o cuidado com os biomas brasileiros sendo representada pelo mapa do Brasil.

A confecção dos tapetes teve o apoio da Prefeitura Municipal. A Paróquia Sagrado Coração de Jesus, através do Padre Juarez Bavaresco, agradece a cada um que atuou na montagem dos tapetes, desde a escolha dos desenhos, pintura das serragens, a equipe de liturgia e a todos os voluntários.

Postagens mais visitadas deste blog

Outubro Rosa: Gelsi Susin enfrentou o câncer de mama com força e fé

Área no Centro de Eventos será destinada a FAP

Tribunal de Justiça declara inconstitucionais emendas da Câmara de Vereadores de Ipê