Nova Pádua relembra 130 anos da 1ª missa

Por Maicon Pan


foto: Divulgação



Foi com fé, um dos pilares da imigração, que os imigrantes italianos superam os muitos e duros obstáculos que se apresentaram a eles nesta terra desconhecida. No domingo, 02 de junho, Nova Pádua celebra uma missa especial para recordar os 130 anos da 1ª missa rezada no povoado de Nova Pádua.

A data foi registrada pelo colonizador imigrante Angelo Arcaro que, há 130 anos, no exato dia dois de julho 1887 foi rezada a primeira missa em Nova Pádua município de Caxias, no Campo Santo (cemitério) que se localizava onde hoje esta construída torre de telefonia, próximo ao ginásio de esportes do Município.

foto: reprodução arquivo
A missa deste domingo é uma forma de relembrar o fato histórico e também o respeito e gratidão ao Padre Alessandro Pelegrini, oportunidade em a comunidade de Nova Pádua será agraciada com a presença da urna que recebeu os restos mortais do ilustre celebrante, a qual será trazida pelo Círculo Cultural Ítalo-Brasileiro de Antônio Prado, juntamente com uma comitiva daquele Município.

A vinda do Padre Pelegrini, assim como o registro na Primeira missa estão transcritos no Livro Tombo, Pag. 2, Livro 6, que está a disposição na Paróquia Santo Antônio.

Padre Alessandro Pellegrini
Alessandro Pellegrini era filho de Luiggi Pellegrini e Angela Pastore. Nasceu no dia 6 de novembro de 1829, na Comune de Cavaion Veronese, Província de Verona, Itália. Foi ordenado padre aos 25 anos de idade, em 15 de outubro de 1854. Veio para o Brasil em 1883, com 54 anos, assumindo a Colônia Antônio Prado em 3 de outubro de 1888, quando foi instalada a primeira Cura. Na Colônia Antônio Prado, ainda não havia igreja, ocasião em que Pellegrini reuniu os fiéis no Barracão dos Imigrantes e rezou a primeira missa, momento em que proferiu estas palavras históricas: "Homens livres do orbe! Eis aqui a terra da promissão. Somente com os braços conquistareis o pão e a liberdade"!

Pellegrini mandou construir a primeira igreja na Praça Garibaldi de Antônio Prado, iniciada em 1891 e concluída em 1897, e o padroeiro escolhido foi o Sagrado Coração de Jesus.

Iniciou a construção da primeira parte da Igreja Matriz em 1891 até 1897, quando foi transferido para o então distrito de Nova Roma. No período que permaneceu na cidade, foi o responsável pela construção de 130 capelas no interior.

A missa, que inicia às 9h da manhã, é uma realização da Associação Vêneta de Nova Pádua e a Banda Santa Cecília, com apoio da Prefeitura Municipal de Nova Pádua. A mesma integra a programação da Semana do Colono e Motorista.

Postagens mais visitadas deste blog

Área no Centro de Eventos será destinada a FAP

Giovana Gazola Michelin é a rainha do Cinquentenário da Escola Frei Casimiro Zafonatto

Tribunal de Justiça declara inconstitucionais emendas da Câmara de Vereadores de Ipê